TIRA DÚVIDAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

Envie suas perguntas para ronyfaieth@hotmail.com







domingo, 5 de dezembro de 2010

TESTE SOBRE ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS

TESTE DE LÍNGUA PORTUGUESA

1. O trecho a seguir extraído do romance Vidas Secas, relata um momento de longa viagem que os personagens empreenderam pelo sertão nordestino na tentativa de escapar da seca e da miséria. Leia-o e responda aos itens a e b.

“Na planície avermelhada os juazeiros alargavam duas manchas verdes. Os infelizes tinham caminhado o dia inteiro, estavam cansados e famintos. Ordinariamente andavam pouco, mas como haviam repousado bastante na areia do rio seco, a viagem progredira bem três léguas. Fazia horas que procuravam uma sombra. A folhagem dos juazeiros apareceu longe, através dos galhos pelados da catinga rala”.
a. Em os infelizes tinham caminhado o dia inteiro, qual a classe gramatical da palavra em destaque? Justifique.
Substantivo. O adjetivo está precedido de artigo, portanto a palavra  foi substativada
b.No texto aparecem oito adjetivos. Transcreva-os.
 avermelhada, verdes, inteiro, cansados, famintos, seco, pelados, rala

Datenaço
2. José Luiz Datena não mede esforços para enfiar aumentativos em suas narrações dos Jogos Olímpicos de Atenas, especialmente quando há brasileiro na disputa. No dicionário do apresentador, por exemplo, não existe mais a palavra ‘jogo’ — só ‘jogaço’. Da mesma forma, ‘ponto’ vira ‘pontaço’, ‘bola’ vira ‘bolaço’ e ‘jogador’ vira... ‘jogadoraço’. Exagerado? Não! Exageradaço.
Garotas Que Dizem Ni. Época, São Paulo: Globo, n. 328, 30 set. 2004.
a.Qual o processo de formação das palavras utilizadas por Datena?
R: derivação sufixal
Cuidado com o dono
PINSCHER. A mãe de um amigo tinha um cãozinho dessa raça. Tamanho mínimo. Tormento máximo. Ficava solto na sala. Bastava eu chegar para uma visita, começava a latir. Passava horas soltando latidinhos estridentes.
Mordia meus dedos com os dentinhos afiados. A dona sorria.
— Não é uma gracinha?
Eu tinha vontade de morder a tal senhora.
Carrasco, Walcyr. Pequenos delitos e outras crônicas. São Paulo:
Best Seller, 2004. p. 138. (Fragmento).

. 3. No trecho transcrito, foram usados diferentes diminutivos para se referir ao cão. Esses diminutivos foram usados com o mesmo valor semântico? Justifique.
Não. Enquanto um usa no sentido afetivo, o outro usa no sentido irônico
4.Leia este texto:
Eles acordam bem cedo e malham muito, para depois encarar o dia como médicos, empresários, engenheiros ou professores. Não são atletas profissionais, mas profissionais atletas- que até mesmo pagam assessoria para em forma.
a.Qual “a diferença de sentido entre “atletas profissionais” e” profissionais “atletas”?
Atletas profissionais são aqueles que vivem do atletismo e são considerados profissionais, já profissinais atletas são aqueles que atuam em outra área, como exemplo, professores, médicos... que malham, ou seja correm para conseguir realizar suas tarefas.



b.Identifique, nas duas expressões, a(s) classe(s) gramatical (is) das palavras “atletas” e “profissionais.
Atletas profissionais- atleta é substantivo e profissinais é adjetivo
Profissionais atletas- o primeiro é substantivo e o segundo é adjetivo

5.Considere estas quatros palavras:
a.Desarmado b. desalmado c. esfriar 4. Escurecer
l. identifique se houver o sufixo de cada uma delas.
ll. As palavras desarmado e desalmado formam-se pelo mesmo processo? Justifique.
Não. A primeira por derivação sufixal e a seguna por parassíntese
6. Observe as seguintes palavras: montanha-russa, brincadeira, imprevisíveis, descontroladamente. Considerando-se os processos de formação de palavras, têm-se, respectivamente,
a) composição por aglutinação, derivação sufixal, derivação prefixal, derivação prefixal e sufixal.
b) composição por justaposição, derivação sufixal, derivação prefixal, derivação prefixal e sufixal.
c) composição por aglutinação, derivação prefixal e sufixal, derivação sufixal, derivação parassintética.
d) derivação parassintética, derivação prefixal, composição por aglutinação, hibridismo.
e) composição por aglutinação, hibridismo, derivação prefixal e sufixal, derivação parassintética.

7. Em todas as frases abaixo há uma palavra contendo um prefixo de negação, exceto em:
a) “O Provão é um pára-raios de besteiras e equívocos”.
b) “O desconforto de ser avaliado é o ônus inerente à operação de um curso”.
c) “As notas muito baixas dos cursos de matemática podem ser devidas a expectativas irrealistas dos que redigiram as provas”.
d) “Se a visita identifica um curso insuficiente cabe aplicar a lei”.
8. Leia o texto a seguir e indique o processo de formação das palavras em destaque.
Em um dos vestibulares da Unicamp foi utilizada uma tira da Radical
Chic, de Miguel Paiva, na qual ocorre o seguinte diálogo entre um rapaz e uma moça.
Rapaz - “Queria te dizer que te amo incondicionalmente, indiscutivelmente, apaixonadamente, perdidamente, loucamente, docemente...”                             sufixal
Moça - “Homem mente!”


ALUNO(a): ____________________________ Nº ___________

Nenhum comentário:

Postar um comentário