" Até onde posso vou deixando o melhor de mim...
Se alguém não viu...
Não me sentiu com o coração."
Clarice Lispector





Caso seja necessário copiar as questões elaboradas pela autora desta página, faça de forma que não haja exclusão do nome do blogger.
Agradeço a compreensão.



Qualquer dúvida relacionada aos conteúdos deste blogger entre em contato pelo endereço
ronyfaieth@hotmail.com.

















terça-feira, 7 de dezembro de 2010

REGÊNCIA VERBAL

Regência do verbo preferir.
o verbo preferir aceita dois complementos: objeto direto e indireto e exige preposição a .
Ex. prefiro ler a escrever.

Observe: na língua coloquial é comum usar esse verbo com termos comparativos, como na música de Raul Seixas, "Eu prefiro ser essa metamaforse ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.
Língua coloquial: prefiro mais o silêncio do que o barulho.

Lígua formal: prefiro o silêncio ao barulho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário