" Até onde posso vou deixando o melhor de mim...
Se alguém não viu...
Não me sentiu com o coração."
Clarice Lispector





Caso seja necessário copiar as questões elaboradas pela autora desta página, faça de forma que não haja exclusão do nome do blogger.
Agradeço a compreensão.



Qualquer dúvida relacionada aos conteúdos deste blogger entre em contato pelo endereço
ronyfaieth@hotmail.com.

















terça-feira, 5 de julho de 2011

EXERCÍCIO SOBRE CONCORDÂNCIA NOMINAL

A política foi inventada pelos humanos como o modo pelo qual pudessem expressar suas diferenças e conflitos sem transformá-los em guerra total, em uso da força e extermínio recíproco. (...)


(Marilena Chauí. "Convite à filosofia". São Paulo: Ática, 1994.)

1. Considere os itens abaixo:

I. Força e extermínio recíprocos

II. Força e extermínio recíproco.

III. Extermínio e força recíproca

IV. Extermínio e força recíprocas

A concordância do adjetivo está correta:

a. Apenas em I e II

b. Em todas as opções

c. Em I, II e III

d. Em I, III e IV

2.Assinale a opção em que a palavra está com a concordância incorreta:

a. Anexos aos requerimentos foram as listas dos convocados.
( anexas foram as listas...)
b. A aluna estava meio desgastada com os colegas da escola.

c. É necessário justiça, para a paz acontecer ainda neste século.

d.Guardou bastantes moedas de prata

3. ”O preço dos pacotes acima foram baseados por pessoa com uma estada mínima de sete noites.” A concordância está correta nessa frase? Justifique.
Não. O preço foi baseado
4. Que palavra completaria corretamente este poema: meio ou meia? Por quê?

Levo a vida assim,

______ direita, _______ torta,

Às vezes arrombando a festa

Outras, dando com a cara na porta.

(Ulisses Tavares)
R: meio- essa palavra como advérbio é invariável

5. A frase a seguir apresenta ambigüidade:

“Após a reunião a diretora da emprese ficou só na sala”

a. Qual a palavra responsável pela ambigüidade dessa frase? Por quê?
R: só_ pode ser somente ou sozinha na sala.

b. Reescreva a frase de modo a desfazer a ambigüidade, tornando preciso cada um dos sentidos da palavra.

R: “Após a reunião a diretora da emprese ficou somente na sala”


R: “Após a reunião a diretora da emprese ficou sozinha na sala”


6. Reescreva as frases seguintes, fazendo a devida concordância das palavras indicadas entre parênteses.

a. Seu nome na lista dos aprovados deixou os pais dele ( bastante/bastantes) felizes.

bastante
b. Os moradores entregaram um documento ao prefeito com ( bastante/bastantes) reivindicações para a melhoria do trânsito no bairro.

bastantes

c. A mãe ficou ( meio/meia) aborrecida com aquela discussão tola entre os filhos mais velhos.

meio

d. Eu comprei (pouco/poucas)laranjas e (meio/meia) melancia.

poucas/ meia

e. Comprei uma casa e um carro ( usado/usada/usados/usadas)

usado/usados

f. O advogado considerou (perigoso/perigosa/perigosos) o argumento e a decisão
perigoso/ perigosos

Nenhum comentário:

Postar um comentário